×

Picada de escorpião em cachorro: Saiba como agir rapidamente

cachorro picado por um escorpião

Picada de escorpião em cachorro: Saiba como agir rapidamente

Picada de escorpião em cachorro: Saiba como agir rapidamente.

Picadas de escorpião em cachorros e gatos são uma situação de emergência que podem colocar em risco a vida dos pets.

Principalmente no verão, a infestação de escorpiões amarelos em Porto Alegre e Região Metropolitana ocorre principalmente devido às condições climáticas, que proporcionam um ambiente propício para o desenvolvimento e sobrevivência desses animais.

Por isso, é importante conhecer os sinais clínicos, o tratamento adequado e as medidas preventivas para garantir um tratamento adequado e proteger seu pet.

Neste artigo, você encontrará informações importantes para agir rapidamente e evitar problemas maiores.

Além disso, você verá a história real de como o Hospital Pet Support salvou um cãozinho que foi picado por um escorpião durante as férias da praia.

Então, vamos aprender juntos como proteger nossos pets.

Epilepsia Idiopática
Epilepsia Idiopática

Sinais clínicos da picada de escorpião em cachorros e gatos

A picada de escorpião em cachorros e gatos é uma emergência potencialmente fatal para os pets, especialmente se não tratada imediatamente. É importante que o tutor saiba reconhecer os sinais clínicos e tomar medidas imediatas para garantir a segurança e o bem-estar do animal.

No verão, a infestação de escorpiões amarelos em Porto Alegre e Região Metropolitana é mais comum, devido às condições climáticas favoráveis ao desenvolvimento desses animais. Por isso, é importante ficar atento aos sinais clínicos da picada de escorpião, que incluem:

Se o animal apresentar quaisquer desses sinais, é importante levá-lo imediatamente a um veterinário para avaliação. Não espere o agravamento do quadro, pois a picada de escorpião pode ser fatal para cachorros e gatos se não for tratada rapidamente.

Além disso, algumas medidas preventivas podem ser tomadas para proteger o animal de estimação da picada de escorpião, como manter o quintal limpo e livre de entulhos, armazenar adequadamente o lixo e material orgânico, manter as áreas de descanso do pet longe de áreas onde os escorpiões podem se esconder, criar o hábito de sacudir as cobertas e caminhas diariamente, manter as portas e janelas fechadas ou utilizar barreiras físicas para impedir a entrada e usar repelentes de insetos na casa e no quintal.

Fique atento aos sinais clínicos da picada de escorpião e adote medidas preventivas para garantir a segurança do seu animal de estimação. No entanto, se acontecer algum imprevisto, o Hospital Pet Support tem profissionais capacitados e à disposição para ajudar.

Cachorro com Refluxo
Cachorro com Refluxo

Tratamento de emergência para picada de escorpião em cachorros e gatos

A picada de escorpião em cachorros e gatos é uma situação de emergência que deve ser tratada imediatamente para salvar a vida do animal de estimação. Os sinais clínicos da picada incluem alterações no ritmo cardíaco, sialorreia (excesso de saliva), vômito e diarreia, e trombocitopenia. É importante levar o animal imediatamente ao veterinário para avaliação e tratamento.

No Hospital Pet Support, contamos com profissionais capacitados e equipamentos de alta tecnologia para fazer o pronto-atendimento em caso de picada de escorpião em cachorros e gatos. O tratamento de emergência inclui a estabilização do animal com suporte para dor, e exames de laboratório e imagem para identificar a localização da picada.

Um caso real que atendemos foi o do Churros, um cãozinho que estava de férias na casa da praia e apresentou sinais clínicos como sialorreia, febre, edema ocular e um prolapso da terceira pálpebra. Foi necessário sedá-lo para investigar a cavidade oral, e a equipe percebeu que havia um abcesso e sinais condizentes com uma picada de escorpião.

O tratamento foi iniciado imediatamente e, após o período de recuperação, Churros recebeu alta e continuou o tratamento em casa.

Lembre-se: a picada de escorpião em cachorros e gatos pode ser fatal se não tratada adequadamente. Se o seu animal de estimação apresentar quaisquer sinais de picada, não hesite em procurar ajuda de um veterinário de confiança, como o Hospital Pet Support.

Medidas preventivas para picada de escorpião em cachorros e gatos

O verão é uma época propícia ao aumento de escorpiões, o que coloca em alerta a saúde dos pets. Fique atento em sua casa, quintal e locais que costumam frequentar com seu cão ou gato. Principalmente na região sul do país, a infestação de escorpião amarelo em Porto Alegre e Região Metropolitana ocorre principalmente devido às condições climáticas.

cachorro com remela
cachorro com remela

Destacando ainda que a crescente urbanização da região e a construção de novos bairros têm provocado a destruição de habitats naturais dos escorpiões, o que pode aumentar sua ocorrência em áreas urbanas e, como consequência, o risco de picadas em pets e pessoas.

Como prevenir a picada de escorpião em cachorros e gatos

Considerando que a prevenção é a melhor opção para manter seus animais de estimação protegidos, é fundamental adotar medidas preventivas simples e eficazes para evitar picadas de escorpião:

  • Mantenha o quintal limpo e livre de entulhos: Uma das formas de prevenir a infestação de escorpiões é manter o ambiente do seu pet sempre bem limpo. O acúmulo de lixo e entulho cria um local propício para a sobrevivência desses animais.
  • Armazene adequadamente o lixo e material orgânico: É importante fechar bem os recipientes de lixo e armazená-los em local seguro e distante do alcance do seu pet.
  • Mantenha as áreas de descanso do pet longe de áreas onde os escorpiões podem se esconder: Evite deixar caminhas e cobertores em áreas escuras, úmidas e com muitos objetos no chão, pois podem ser locais onde os escorpiões se abrigam.
  • Crie o hábito de sacudir as cobertas e caminhas diariamente: Sacudir as cobertas e caminhas diariamente pode ser uma forma eficiente de evitar a presença de escorpiões nesses locais.
  • Mantenha as portas e janelas fechadas ou utilize barreiras físicas para impedir a entrada: Outra forma de prevenir picadas de escorpião é manter as portas e janelas fechadas o máximo do tempo possível, ou utilizar barreiras físicas como telas ou proteções nas janelas e portas.
  • Use repelentes de insetos em sua casa e quintal: O uso de repelentes inseticidas é uma opção adicional para manter os escorpiões afastados do seu pet e da sua casa.

Lembre-se que, mesmo seguindo todas as medidas preventivas, é possível que os escorpiões ainda apareçam em sua casa. Por isso, fique sempre atento e procure ajuda especializada em caso de suspeita de infestação. Afinal, a vida do seu animal de estimação depende do seu cuidado e atenção.

cachorro mordido por uma cobra
cachorro mordido por uma cobra

História real: como o Hospital Pet Support salvou o Churros

Sabe aquela história de que “a gente nunca sabe o que pode acontecer?”, então, ela aconteceu com o Churros. Esse cãozinho simpático e sem raça definida estava curtindo suas férias na praia quando sua tutora percebeu que ele estava prostrado e com edema na região ocular.

Prontamente, ela levou Churros à emergência do Hospital Pet Support, onde ele recebeu os cuidados necessários após ter sido picado por um escorpião amarelo. Os sinais clínicos não eram bons: sialorreia (excesso de saliva), febre, edema ocular, prolapso da terceira pálpebra, dor na mandíbula e dificuldade respiratória.

Foram inúmeras suspeitas levantadas e trocas de informações a fim de descobrir o que estava causando a condição de Churros. O diagnóstico só foi possível após sedação, quando uma picada de escorpião com edema sublingual foi encontrada.

Graças à equipe de profissionais capacitados do Hospital Pet Support, Churros conseguiu se recuperar da picada de escorpião. Não sabemos o que teria acontecido caso ele não tivesse recebido os cuidados necessários na hora certa.

Cherry Eye
Cherry Eye

É importante estar sempre atento aos sinais clínicos do seu pet e, caso perceba algo diferente, procurar um veterinário de confiança.

Conclusão

A picada de escorpião em cachorros e gatos é um assunto sério que exige conhecimento e cuidado por parte dos tutores. É importante seguir medidas preventivas, como manter o quintal limpo e livre de entulhos, armazenar adequadamente o lixo e material orgânico, entre outras.

Além disso, é fundamental conhecer os sinais clínicos e buscar tratamento imediato caso seu pet seja picado, pois a picada pode ser fatal. O Hospital Pet Support possui uma equipe capacitada para atender emergências e salvar animais de estimação, como no caso do Churros.

Esteja preparado e proteja seu pet de picadas de escorpião!

Publicar comentário

  • Facebook
  • X (Twitter)
  • LinkedIn
  • More Networks
Copy link