×

Cachorro pode comer kiwi?

cachorro comendo kiwi

Cachorro pode comer kiwi?

“Cachorro pode comer kiwi? Descubra a verdade sobre essa fruta para pets”

Quem não é fã de uma fruta suculenta e cheia de nutrientes, como o kiwi?

Mas, afinal, cachorro pode comer kiwi?

A resposta é sim, porém com algumas restrições e cuidados que devem ser tomados pelos tutores.

Mesmo sendo uma fruta saudável, os cães têm necessidades nutricionais diferentes das nossas, o que torna importante saber a quantidade recomendada e possíveis riscos ao oferecer essa fruta aos pets.

Neste artigo, vamos descobrir juntos a verdade sobre o kiwi para cachorro e tirar todas as suas dúvidas sobre essa fruta.

Além disso, também vamos abordar a alimentação ideal para os pets, outras frutas permitidas para os cães e muito mais.

Acompanhe!

cachorro com medo de barulho
cachorro com medo de barulho

Cachorro pode comer kiwi?

O kiwi é uma fruta deliciosa e suculenta, com uma textura peluda por fora e uma polpa doce e ácida por dentro. Mas e os cachorros? Será que é seguro oferecer kiwi para os nossos amigos de quatro patas?

Neste artigo, vamos descobrir a verdade sobre essa fruta para pets. Cachorro pode comer kiwi?

Apesar de muitas frutas serem extremamente saudáveis para os humanos, nem todas são indicadas para os cachorros. Mas quanto ao kiwi, será que os cachorros podem comer essa fruta?

Muitos especialistas afirmam que sim, não existe nenhum problema em dar kiwi como petisco para o seu animal de estimação. No entanto, é importante manter alguns cuidados ao oferecer essa fruta para o pet.

Benefícios do kiwi para cães:

Quando oferecido corretamente, o kiwi pode ser muito benéfico para a saúde dos cães. A fruta é uma boa fonte de vitamina A, vitamina C, fibras e potássio. Esses nutrientes podem ajudar a melhorar a visão do pet, regular o intestino, contribuir para o bom funcionamento do sistema nervoso e das funções celulares, além de auxiliar no crescimento e manutenção da qualidade dos ossos.

Quantidade recomendada:

Embora o kiwi seja benéfico para a saúde dos cães, é importante oferecer a fruta com moderação. A quantidade pode variar por conta do tamanho do animal de estimação, mas o ideal é fornecer, no máximo, um kiwi por dia para os pets que têm um porte maior. O tutor deve oferecer apenas uma porção pequena da fruta, como um petisco distribuído no meio de sua alimentação.

cachorro com dor
cachorro com dor

Riscos e cuidados ao dar kiwi para pets:

Existem alguns cuidados que devem ser tomados ao oferecer kiwi para os cachorros. O tutor deve remover a casca completamente, pois por ser grossa, oferece um grande risco de engasgo, e contém algumas substâncias que podem ser tóxicas para os cachorros. Portanto, se o tutor administrar a fruta com casca, o kiwi pode fazer mal para o cachorro.

Além disso, é importante oferecer a fruta com moderação, em pequenas porções. O excesso de kiwi pode causar distúrbios intestinais, como diarreia e vômito. E é claro, se o cachorro apresentar qualquer sintoma de mal-estar relacionado à alimentação, é fundamental procurar um veterinário imediatamente.

Alimentação ideal para cachorros:

Antes de falar sobre kiwi com pets, é importante lembrar alguns pontos essenciais sobre a alimentação dos cachorros. Os cães são onívoros, e sua alimentação depende de um equilíbrio delicado de nutrientes obtidos em carnes e vegetais. A maneira ideal de conseguir isso é por meio de uma ração de qualidade, que é preparada por especialistas e contém tudo o que o cão precisa para se manter saudável.

Nutrientes essenciais:

Os nutrientes essenciais para a alimentação dos cães incluem proteínas, gorduras, carboidratos, vitaminas e minerais. As proteínas são importantes para a construção e manutenção dos tecidos, como músculos, pele e pelo. As gorduras são fundamentais para a manutenção da saúde da pele e do pelo, além de contribuir para as funções hormonais. Os carboidratos fornecem energia ao organismo e ajudam no funcionamento do sistema digestivo.

Ração de qualidade:

Isso faz com que escolher uma ração adequada seja essencial para suprir as necessidades nutricionais dos cães. A ração deve ser de boa qualidade e conter todos os nutrientes necessários para manter o pet saudável. Além disso, é importante escolher uma ração específica para a idade e o tamanho do animal de estimação.

Importância da porção:

Outro aspecto importante na alimentação dos cães é a porção. Como mencionamos antes, petiscos e frutas devem corresponder a apenas 10% da nutrição total dos cachorros. Oferecer uma quantidade excessiva de comida pode levar a problemas de saúde, como obesidade e distúrbios intestinais.

Humanização da alimentação:

Muitas vezes, os tutores são tentados a oferecer alimentos humanos para os cachorros. No entanto, isso pode ser prejudicial para a saúde do animal. Alimentos como chocolate, cebola e abacate são tóxicos para os cães, e outros, como pão, podem causar problemas no sistema digestivo.

Os nutrientes essenciais que os cachorros precisam para manter uma boa saúde são bastante distintos dos nutrientes necessários para os humanos. Embora muitos tutores ofereçam aos seus animais de estimação alimentos que eles próprios consomem, isso nem sempre é saudável.

Os cães são considerados onívoros e precisam de uma alimentação equilibrada contendo proteínas, gorduras, carboidratos, vitaminas e minerais. Tais nutrientes são obtidos em uma dieta equilibrada e completa, que pode ser encontrada em rações de qualidade.

É importante salientar que as porções corretas são cruciais para a manutenção da saúde do pet. Como petiscos e frutas compõem no máximo 10% da nutrição total dos cães, é preciso ter cuidado para não exceder a quantidade recomendada.

A humanização da alimentação dos animais não é recomendada, pois as necessidades nutricionais específicas dos cães devem ser atendidas para que se tenha uma dieta equilibrada e saudável.

Além disso, é importante destacar a importância da escolha de uma ração de qualidade para o bem-estar do pet. Uma ração de qualidade é aquela que contém os nutrientes necessários e em quantidades equilibradas para garantir uma alimentação saudável. Para saber qual é a melhor opção para o seu animal de estimação, é recomendado consultar um veterinário.

Em resumo, para manter os cães saudáveis e felizes, é importante oferecer rações de qualidade que atendam às necessidades nutricionais dos pets, além de manter as porções sob controle e não exceder a quantidade recomendada de petiscos e frutas na dieta.

DST em Cachorro
DST em Cachorro

Outras frutas permitidas para cachorros

Além do kiwi, há diversas outras frutas que podem ser oferecidas para os cachorros como petiscos saudáveis. Entretanto, é importante lembrar que, assim como no caso do kiwi, o oferecimento desses alimentos deve ser moderado e feito com cautela.

A banana é uma das frutas favoritas dos cachorros e pode ser oferecida picada em pequenos pedaços. Ela é rica em potássio e vitaminas B6 e C, ajudando a regular a função intestinal e a fortalecer o sistema imunológico dos pets.

A maçã é outra opção saudável, mas é necessário retirar as sementes e o miolo, já que contém uma pequena quantidade de cianeto, que pode ser tóxico para os cães. Rica em fibras e antioxidantes, a maçã ajuda a manter a saúde dentária do pet.

A melancia é uma fruta refrescante e adocicada que pode ser oferecida em pequenas quantidades para os cachorros. Fonte de vitamina A e C, além de potássio e água, ajuda a manter a hidratação nos dias mais quentes.

Os morangos são frutas ricas em vitamina C, fibras e antioxidantes. Entretanto, assim como na maçã, é importante retirar as folhas e o miolo do morango, já que podem causar desconforto estomacal ou serem engolidos inteiros.

O abacaxi também é uma opção interessante, mas deve ser oferecido sem casca ou espinhos. A fruta é uma excelente fonte de vitamina C, além de conter bromelina, uma enzima que ajuda na digestão e a reduzir inflamações.

Lembre-se sempre que o importante é oferecer essas frutas com moderação e em porções adequadas. Esses petiscos são uma excelente forma de complementar a alimentação e de agradar o seu cãozinho, mas nunca devem substituir a ração, que é a principal fonte de nutrientes para os pets.

Consulte sempre um veterinário para saber mais sobre a alimentação do seu cachorro e quais opções são mais indicadas para ele.

Conclusão

A resposta para a pergunta “cachorro pode comer kiwi?” é sim, o pet pode se deliciar com algumas porções dessa fruta. O kiwi traz diversos benefícios para a saúde do cão, como a vitamina A, fibras, potássio e cálcio, que garantem uma excelente visão, bom funcionamento do intestino, um sistema nervoso em ótimo estado e qualidade dos ossos.

Porém, é importante manter alguns cuidados para não prejudicar o amigo de quatro patas. O ideal é remover completamente a casca do kiwi, que pode oferecer risco de engasgo e contém substâncias tóxicas para os cachorros. Além disso, é recomendado oferecer apenas uma porção pequena da fruta por dia.

Lembre-se de que a alimentação ideal dos pets depende de um equilíbrio de nutrientes e que a ração de qualidade é a melhor opção para fornecer tudo o que o seu cãozinho precisa. Frutas e petiscos devem complementar, no máximo, 10% da nutrição total do pet.

Além do kiwi, existem outras frutas permitidas para os pets, como a banana, maçã, melancia, morango e abacaxi. Mas lembre-se sempre de oferecer frutas frescas e com moderação.

Agora que você sabe que cachorro pode comer kiwi, fique de olho nos nutrientes oferecidos e nas quantidades ideais para garantir a saúde e a felicidade do seu amigo de quatro patas. Afinal, a nutrição é fundamental para o bem-estar animal.

Publicar comentário

  • Facebook
  • X (Twitter)
  • LinkedIn
  • More Networks
Copy link