×

Como Desengasgar Cachorro: Truques para Agir Rápido

cachorro engasgado

Como Desengasgar Cachorro: Truques para Agir Rápido

Como Desengasgar Cachorro: Truques para Agir Rápido

Você já pensou no que fazer se o seu cachorro engasgar? Saber como desengasgar um cachorro é uma habilidade importante para qualquer dono de animal de estimação, pois pode salvar a vida do seu amigo peludo.

Neste artigo, vamos discutir os sinais de engasgo em cachorros, como desengasgar um cachorro e os cuidados necessários após a manobra. Então, fique atento e certifique-se de saber o que fazer caso seu cachorro engasgue.

Sinais de Engasgo em Cachorros

Engasgo com objeto estranho é o tipo mais comum de engasgo em cachorros. Isso pode acontecer quando eles mastigam objetos que não deveriam, como brinquedos ou ossos. Sons de gorgolejo também são sinais comuns de que seu cachorro está engasgado.

Além disso, observe se o seu cachorro está tendo dificuldade para respirar, se ele está fazendo movimentos repetitivos, como balançar a cabeça, se ele está colocando a pata na boca ou se ele está tossindo seco. Esses são todos sinais de engasgo em cachorros que você deve estar ciente.

Zoonoses
Zoonoses

Se o seu cachorro apresentar algum desses sinais, é crucial agir rápido para evitar que a situação piore e se transforme em uma emergência médica. Aprender a desengasgar seu cachorro pode salvar sua vida. Lembre-se, se você suspeitar que seu cachorro está engasgado, é importante agir rapidamente para ajudá-lo.

Como Desengasgar um Cachorro

O engasgo em cachorros é um problema comum e pode acontecer a qualquer momento, principalmente em filhotes e cães de pequeno porte. O conhecimento de como desengasgar um cachorro pode salvar a vida de seu animal de estimação em uma emergência.

Neste artigo, vamos falar sobre cinco passos principais que ajudarão você a desengasgar o seu cachorro em uma emergência.

Passo 1: Abra a boca do cachorro Digite suas mãos por baixo do maxilar do seu cachorro e, com os polegares na frente dos dentes superiores e os dedos, envolva gentilmente o seu maxilar. Utilize a mão livre para segurar a parte posterior da cabeça do cachorro. Com muito cuidado, abra a boca do cachorro, sendo cuidadoso para não machucá-lo ou causar dor.

Passo 2: Verifique se o objeto é acessível Com a boca aberta do cachorro, verifique com cuidado se o objeto que está causando o engasgo é visível ou acessível. Se alguma coisa estiver bloqueando a visão, tente mover suavemente a língua do cachorro para um lado para ver a obstrução.

cachorro com seborreia canina
cachorro com seborreia canina

Passo 3: Tente remover o objeto com cuidado Se o objeto que está causando engasgo for visível e acessível, tente removê-lo com muito cuidado. Utilize pinças para animais ou uma colher de metal para scooping para retirar qualquer objeto que tenha causado o engasgo.

Passo 4: Faça a manobra de Heimlich Se o objeto estiver preso profundamente na garganta do seu cachorro e você não conseguir removê-lo com pinças animais ou uma colher de metal, é hora de fazer a manobra de Heimlich. Agache-se por trás de seu cachorro, coloque suas mãos na barriga do seu cachorro e puxe suavemente em direção a você. Repita este movimento até que o objeto seja expelido.

Passo 5: Boca-a-boca em cachorros Se o seu cachorro não estiver respirando após a remoção do objeto, a respiração boca-a-boca deverá ser feita. Para respiração boca-a-boca em cães, cubra a boca do seu cão com a sua boca e expire suavemente. Verifique se o peito do cachorro está subindo e descendo e continue até que ele comece a respirar normalmente.

Agora que você aprendeu como desengasgar um cachorro, é importante destacar que a prevenção é fundamental para evitar que isso aconteça novamente. Supervisione o seu cachorro quando ele estiver comendo, evite deixar objetos pequenos ao alcance do animal e utilize brinquedos próprios para animais de estimação.

Em caso de engasgo, é essencial que você procure um veterinário o mais rápido possível, mesmo que o objeto tenha sido removido com sucesso. O veterinário avaliará se há alguma lesão interna ou se há alguma consequência ao engasgo.

Hepatomegalia
Hepatomegalia

Lembre-se, a segurança e o bem-estar do seu animal de estimação estão em suas mãos. Ao manter a calma e seguir esses passos, você pode ajudar a salvar a vida do seu cachorro em uma emergência.

Cuidados após a manobra

Após uma manobra de desengasgo bem-sucedida, é importante que você faça alguns cuidados com seu cachorro para garantir que ele fique saudável. A primeira coisa a fazer é levá-lo imediatamente ao veterinário. Mesmo que ele pareça estar bem, pode haver ferimentos internos ou outras consequências. Portanto, é melhor deixar um profissional verificar se tudo está certo.

Além disso, você também deve observar os sinais de engasgo do seu cachorro no futuro. Se isso aconteceu uma vez, pode acontecer novamente, então esteja sempre atento. Também é importante tratar quaisquer consequências decorrentes do engasgo, como feridas, infecções ou reações alérgicas.

Lembre-se, sua responsabilidade como dono de um cachorro é garantir que ele esteja seguro e saudável. Não subestime a gravidade de um engasgo em um animal de estimação e certifique-se de seguir estes cuidados depois de uma manobra de desengasgo. Mas, por enquanto, você pode respirar aliviado sabendo que conseguiu desengasgar seu cachorro. Parabéns!

Prevenção

A prevenção é sempre a melhor opção para evitar situações de engasgo em cachorros. Existem alguns cuidados que os donos de animais de estimação podem tomar para garantir a segurança de seus pets na hora da alimentação, brincadeiras e até mesmo quando estão sozinhos em casa.

Pênfigo
Pênfigo

Supervisionar o cachorro enquanto ele come é fundamental para evitar que ele engasgue. Alguns cães são mais ansiosos e podem comer freneticamente, enquanto outros podem ter alguma limitação física que prejudique sua forma de alimentação. Em qualquer um desses casos, a presença do dono e a supervisão durante a alimentação pode ser a diferença entre evitar um engasgo e ter que reagir a ele.

Além disso, é importante manter o ambiente em que o cachorro vive sempre seguro e livre de objetos pequenos ou perigosos, que possam ser engolidos, aspirados ou causar algum tipo de acidente. Fios elétricos, produtos químicos, plantas tóxicas, vidros e objetos cortantes devem sempre ser mantidos longe do alcance dos pets.

Na hora da diversão, os brinquedos também devem ser escolhidos com cuidado. É fundamental verificar se o brinquedo é seguro e adequado para o porte e a idade do animal. Brinquedos de borracha ou corda podem se soltar e ser engolidos, por isso é importante estar sempre atento.

Tomando essas medidas simples, é possível evitar muitos casos de engasgos em cães, garantindo sua saúde e bem-estar. Afinal, nada é mais importante do que a segurança e a felicidade do nosso melhor amigo.

cachorro com Leptospirose
cachorro com Leptospirose

O que não fazer

Não dar tapas nas costas do cachorro, não tentar remover objetos com pinças ou utensílios, e não virar o cachorro de cabeça para baixo são erros que você não pode cometer quando estiver ajudando um cachorro engasgado. Dar tapas nas costas pode fazer com que o objeto se mova para uma posição ainda mais difícil de alcançar, e pode até machucar o cachorro.

Tentar remover objetos com pinças ou utensílios pode machucar a garganta ou a boca do cachorro. Virar o cachorro de cabeça para baixo pode dificultar ainda mais a respiração. Então, não faça isso em hipótese alguma!

Enfim, a segurança e o bem-estar do seu animal de estimação são prioridade. Quando se trata de desengasgar um cachorro, é importante agir rápido, com cuidado e seguindo as técnicas corretas. Agora que você já sabe o que não fazer, vamos passar para as técnicas de salvamento que vão ajudar o seu cãozinho a voltar a respirar normalmente.

Conclusão

Depois de entender os sinais de engasgo em seu cachorro, é fundamental saber como agir rapidamente e com cuidado. Seu primeiro passo deve ser abrir a boca do cachorro e tentar remover o objeto com cuidado. Se isso não funcionar, você poderá tentar a manobra de Heimlich.

Após a manobra, é crucial observar cuidadosamente quaisquer sinais de engasgo e procurar um veterinário imediatamente se houver persistência. Não se esqueça de tomar medidas preventivas para garantir a segurança do seu cão no futuro. E, por favor, evite bater nas costas do seu cão, usar pinças ou utensílios para remover objetos e, o mais importante, nunca virá-lo de cabeça para baixo. A segurança do seu amigo peludo sempre deve estar em primeiro lugar.

Publicar comentário

  • Facebook
  • X (Twitter)
  • LinkedIn
  • More Networks
Copy link