<bgsound loop="INFINITE" src="http://www.veterinariosnodiva.com.br/music/establos.mp3"></bgsound>
 
 
 

1º BOLETIM - jun 2012

Queridos leitores!!!!!!!!!

Estou de volta (ah, que delicia imensurável!!), e depois de muito tempo de recesso, com assuntos super interessantes tanto para os leigos quanto para despertar atenção aos profissionais da área.

Assim, vou aliar a parte da justificação de minha ausência aos assuntos que irei colocar à reflexão, pois ambos se interrelacionam curiosamente.

Muito bem. Vamos falar aqui de alergia, energia, doenças idiopáticas, acupuntura e fitoterapia, e o próprio artigo será este email, ao contrário dos outros em que eu dispunha sob forma de página no e-book, mas que poderá ser acessado posteriormente vide site www.veterinariosnodiva.com.br ok?

Vamos lá.

Aliando a justificativa de minha ausência ao tema...

Há alguns meses, andei com um stress muito grande, e sei que quando tenho um excesso de sobrecarga, assim como cada um tem seu órgão de choque, o meu é a pele e os dentes.

Então, devido à pressa em me recuperar, considerando que a homeopatia poderia curar, mas teria a possibilidade de antes um agravamento anterior à melhora, fui direto no coquetel anti alérgico - gelo & limão, no sentido irônico...

Bom. Tomei 1 vidro praticamente do antialérgico, como prescrito, sem a cura completa de minha alergia..Digamos assim, razoável cura.

É uma alergia que se origina com uma queimação interna, coça, avermelha a pele, e depois descama. Um horror, pois para as mulheres principalmente as vaidosas, não posso usar nesta fase nem perfume (só creme),nem maquiagem!

Enfim. 

Se não bastasse, lá pelos finais, quase estável ao menos a alergia, comecei a ter uma dor de dente, daquelas tipo nevrálgicas que são originadas por dormirmos tensas.

Ou seja, estava começando a ficar claro e provado que, como dizem os homeopatas, esta a energia do stress que ficou "não digerida" internamente em mim, estava fazendo um "city tour" dentro do meu corpo a procurar uma saída de extravasamento, lesando onde quer que encostasse...

Comecei então a tomar o remédio pro dente, e creia: a dor passou. Mas...A ALERGIA VOLTOU!

Não é lindo isso???

E aí, antes de chegar ao desfecho, que também aborda uma questão importante a refletir, você se pergunta:

O que isso tem a ver com a área veterinária?

E eu te digo: TUDO!

Vamos lá ao raciocínio.

No auge do meu desespero, pedi a um profissional medico/acupunturista que me fizesse uma "geral" de acupuntura, pra equilibrar esta energia nitida e desregulada.

Avaliando os pontos então, durante a consulta, vimos que muitos eram ligados ao fígado, já que a MTC considera os órgãos e as energias. Obvio, ambos os remédios que estava tomando eram metabolizados pelo próprio, então, deixando-o bem atarefado..

Meninos do céu!

Depois da sessão, eu simplesmente me senti como aquele cão que ganha casa, comida e roupa lavada, sabem? Aquele que está tão outro e renovado que nem sabe se pega o osso, o paninho, ou come?

Pois foi assim que me senti!  Imensamente grata aos Orientais e sua arte.

E então, para que eu ficasse completamente restabelecida, já que ainda sentia um leve e muito pouco queixar dos dentes, ele me indicou um fitoterápico pro fígado, e eis que o milagre aconteceu! 

Nada de dor nevrálgica, nada de alergia!

Detalhe que foram apenas 3 semanas de aplicação:

Na 1a. semana eu estava super agravada, pedindo socorro, e tomando antialérgico 3x ao dia.

Pós primeira aplicação senti o alivio imediato quase que total, sendo que voltara fraco dali 3 dias e suprimi a medicação por não estar já tão grave.

Houve a 2a. aplicação na semana seguinte, seguida para  a 3a. com a junção do fitoterápico. 
E por fim, tudo OK.
 

Esta fito que tomei para o fígado, oxigena o sangue, e conforme o Dr. Juliano Tuboni - também acupunturista de meus gatunos, é muito usado semanas antes quando o animal está com baixa taxa de hemoglobina e precisa de cirurgia...
Não darei nomes delas, pois seria aconselhável procurar o profissional adequado. Mas a lista da maioria delas para leitura encontra-se disposta abaixo nos links.

Então agora colocando a refletir e transpondo nossos aprendizados humanos para os animais:

Muitas vezes um cão, gato, apresenta um quadro alérgico e o protocolo convencional é dar-lhe cortisona, confere?

Isso vai afetar outros órgãos, onde a doença (energia) fica caminhando internamente, e aí passamos pra outro quadro, outro novo quadro, outro novo remédio, e por aí vai, até que o coitado do animal morre por falência renal, por hiperadrenocorticismo, etc...

Se neste ínterim, nós pudermos aliar a acupuntura como tratamento, não só estaremos ajudando a cura, como equilibrando para que outras doenças não surjam posteriormente, mais a longo prazo.

Idem com o auxilio correto da fitoterapia.

Porque, queridos, foi nítida a diferença, a qual sequer senti algo similar durante todo o processo de medicação, acreditem!

Agora mais um caso, desta vez diretamente com o animal como sujeito.

Como alguns sabem, tenho uns pares de gatos em casa, uma pequena e idosa família.

Há uns 4 anos, 2 deles começaram com a gengivite padrão, que muitos consideram com perspectiva de cura duvidosa.

Como comentei nos últimos boletins, tira-se o tártaro, dá-se antibiótico, volta a gengivite, dá-se antibiótico, tira-se-lhe os dentes, e por aí caminha tudo até que o bicho se vai....

Como já sei desta novela, e segui apenas os primeiros capítulos, parando na limpeza e tempos depois, regressando a gengivite, decidi partir pra homeopatia.

Com a homeopatia e a acupuntura, hoje mantenho meus 2 gatos super bem e isso já faz 3 anos!

Assim, calcule a comparação das estimativas e vais ver que há aqui uma vantagem.

Claro, temos que considerar que cada ser (e isso vale pros animais), tem uma reação e é único. Por exemplo, tive um gato que adoeceu por outros motivos e quis lutar até o fim, já outro, morreu em 3 meses, ou seja, desistiu de viver (tenho um artigo falando sobre isso no nosso e-book vide indice>artigos > Pets em Estado Crítico - o que eles querem?)

Mas o que importa é que com a acupuntura e homeopatia, meus gatos de gengiva vermelha, garganta esponjada e ulcerada, passaram a voltar a comer melhor, e a cor da gengiva voltou ao normal.

Apenas um ínterim.

Durante esta fase de convalescença, eu costumava dar AD para ambos. Porem percebia que eles não recuperavam o peso.

Pedi então ao Dr. Cesar Prado que me prescrevesse uma alimentação natural e o resultado, adivinhem????

Simplesmente outro.

Isso porque a comida prescrita, segundo a medicina chinesa, tira o calor do estômago e as doenças ligadas à boca, que vem por sua desordem.

Assim, me fora passado alimentos que favorecem, com toda a quantidade necessária/dia, e, em outras palavras, puxa, só agradecimentos!!!

Portanto queridos, muito a se pensar, não?

E realmente fico entristecida quando algumas pessoas pensam que ter bicho é só pra lazer, uma companhia distinguida: bicho x homem, onde não há mais nada a se aprender dali a não ser aquela vivencinha basica da relação!.....é tudo uma relação de aprendizado mútuo e quanto podemos tirar de aprendizado, não?!

Aprendemos com eles pra eles e pra nós. Aprendemos pra nós e direcionamos pra eles...

E olha, tem tanta carência de acupunturistas no mercado, e tanta demanda de veterinários alopatas hoje em dia..O mundo hoje caminha pra um universo quântico, então, bem peculiar repensar sua especialização, tendo principalmente eu e meu caso como prova, dentre tantos se forem procurar...

Enfim.

Por ultimo, vou compartilhar agora um caso sobre o uso dos florais.

Como alguns sabem, eu trabalho com florais para humanos e animais, e determinado dia, fui indicada pela querida Dra. Gisela Malagueta, (aí vocês vejam como é bom ter parcerias entre áreas), trazendo até a mim o caso de uma gatinha que tinha uma coceira compulsiva e andava com aquele abajur direto no pescoço.

A gatinha estava tomando uma medicação para promover serotonina e aliviar a coceira, porem, estava se aumentando a dose e começando a notar que o efeito não progredia...

Muito bem.

Fazendo um parêntesis, como já mencionei uma vez (ou várias), aqueles florais que costumamos ver prontos nas lojas, não tratam a causa, apenas são paliativos momentâneos. Para que haja uma harmonização com seu uso, é necessário uma anamnese, seja do animal ou humano, uma compreensão da psicossomática e as vezes até da MTC sobre os órgãos e as emoções) de forma a escolhermos as essências adequadas, bem como também (isso é tão importante quanto) é necessário um acompanhamento no mínimo de 3 meses, pois acontece de termos que rever alguma essência do conjunto, dado que como mexem com energia, as vezes um dos comportamentos resolve e surgem outros, ou então temos apenas que ajustar de uma essência mais suave pra uma mais forte.

Então, fazendo a anamnese da gatinha, recomendei uma composição de essências (NA ÁGUA - pois não é indicado em brandy), e pedi que lhe desse a passiflora junto, pois é um calmante natural (conforme o conhecimento do Dr. Valdir - veterinário) e estaria esta junção trabalhando o stress físico e a tensão (passiflora) e a desarmonia interna (os florais).

No primeiro mês houve uma melhora, porem ainda não total. A gatinha passava algumas horas sem se coçar, mas havia momentos em que voltava o comportamento.

Pedi então que a proprietária me relatasse o que melhorou e o que não, fatos novos, e aí fiz nova composição.

Conclusão: a gatinha não se coça mais, não toma remédios e não usa mais o cone.

Simples assim, mas trabalhoso, envolvendo toda compreensão das energias, da somática, do comportamento...

Porem, com o respaldo da Dra., e com a avaliação individual para obter este sucesso com essências individualizadas.

Então queridos, eu gostaria mesmo que fossem flexíveis quanto a aliar este tipo de complemento dentro de sua equipe, pois se gostam mesmo dos animais e buscam a cura, no meu ver, se faz imprescindível estas contribuições, sabem?

Temos que deixar um pouco de lado a auto-suficiência da ciência, pois nesta vida tudo vai evoluindo, aprimorando, e se nos fixarmos somente num lado da moeda, não compreenderemos a vida para podermos prover a cura da vida.

Agora vamos falar sobre musica e o auxilio na cura.

Como vocês podem perceber até nas próprias paginas, a musica colocada de forma correta, vide meu artigo sobre musicoterapia auxilia imensamente na melhora do SER.

E há algumas musicas que por trás da simples suavidade audível, tem toda uma propriedade em ondas não audíveis mas funcionais.

Isso acontece porque quando o ouvido recebe um som, o cérebro dispara um sinal elétrico, responde à batida por sinais elétricos e  isso afeta os padrões de ondas cerebrais, causando mudanças organicas.

Os cientistas descobriram a estimulação cerebral em 1934, e após 70 anos de sólida pesquisa, aperfeiçoaram SONS altamente projetados que mudam as ondas cerebrais para seguir VELOCIDADES precisas que contribuem à cura.

Realmente, fiz o teste aqui em casa e numa destas vezes inclusive, o Dr. Cesar notou que o Tance estava super calmo, daí  entao lhe contei que estava escutando um tipo de musica relaxante todos os dias.

Se pensarmos nas situações em que o animal fica internado, já numa situação de stress, e pudermos colocar, nem que seja para você avaliar a diferença, lhe convido a escutá-las.

Independente de usarmos em prol dos animais, ouse colocar em seu aparelho ou pc, quando volta de um dia cansativo e perceba como se sente...

Abaixo os links que particularmente gosto, mas tem inúmeros a escutar, bem como artigos sobre MTC e por fim meu "até breve ao final da pagina!

Noche-en-el-Bosque-WEB.png

 

Noite no bosque - 81 min. - Salvar no PC - Clique com o lado direito e salve.

fonte: http://brainwavelab.blogspot.com.br/2008/05/noche-en-el-bosque-80min.html

 

Sinfonía en la Granja - 80min

 

Sinfonia na Granja - 80min - Salvar no PC - Clique com o lado direito e salve.

Fonte: http://brainwavelab.blogspot.com.br/2008/01/casa-de-campo-80min.html

 

 

Establos.png

 

Estabulos (musica de fundo deste boletim)

80min - Salvar no PC Clique com o lado direito e salve.

Fonte:http://brainwavelab.blogspot.com.br/search/label/Establos

 

Materiais divulgados no ultimo boletim 2011 e que se encontram pra leitura aqui no site:

Técnicas em MTC

Pontos em MTC

 

Pesquisa sobre motivação dos médicos em MTC

 

MTC nos distúrbios de Comportamento

 

Câncer na MTC

 

Florais e MTC

 

Fitoterápicos e MTC

 

Fitoterápicos e Minerais essenciais para animais

 

Laserpuntura

 

Insuficiência Renal Crônica e MTC - (excelente artigo propondo comparativos e complementações fitoterápicas inclusive)Patrícia Souza Martins

 

Hipócrates e a Medicina Chinesa - Link Externo

 

A natureza dos 5 elementos e os elementos da Natureza - Link externo

 

Mais artigos e livros de MTC clique aqui, escolha e salve com o lado direito do mouse!

Bom, queridos!!

Então espero que tenha sido de grande valia este meu texto, repassem, divulguem estes assuntos(claro com as referencias), e abaixo anexo as fotos do meu querido vovô da estomatite/calicevirus nas suas sessões, onde antes, para quem quiser o telefone de todos os veterinários que citei/SP.

Quem se interessar mais sobre os florais, tenho alguns artigos extensos a partir da pag 38 aqui no nosso e-book inclusive uma audio-palestra minha na pag 41.

Fiquem com Deus, recebam meu carinho super especial de dia dos namorados, namorem bastante, pois o amor é tudo na vida!

Quero agradecer de coração todos os novos cadastrados, lembrando que posso demorar para voltar com novas noticias, mas este site é meu pupilo!

Até breve, assim espero.

Caso haja algum link quebrado, por favor me avisem.

beijos!

PS. voltei ao meu "visu" morena...e este é o Freud, meu gatuno.Safih 

                    Quelbèrt

 

 

Gisela W. Malagueta 

ATENDIMENTO VETERINÁRIO também a DOMICILIO

Médica Veterinária
Santa Cecilia - São Paulo - SP 

(11)3682-6338 - (11)9404-6655 gisela.vet@ig.com.br

Dr. Cesar Prado

Acupunturista - ATENDIMENTO VETERINÁRIO a DOMICILIO

SP e ABC - em Medicina Tradicional Chinesa - Especialista em Selvagens

11- 8536-3246

 vet.cesar@yahoo.com.br

Dr. Valdir Antonio Bernardo

ATENDIMENTO VETERINÁRIO também a DOMICILIO

11- 3847-0297
Vila Nova Conceição  - SP

showpet@bol.com.br

Dra. Ione Cueva C. Candido

Veterinária Homeopata- ATENDIMENTO VETERINÁRIO a DOMICILIO

São Paulo - SP
(11) 9877-8252
ionecueva@ig.com.br

Dr. Juliano Tuboni 

Acupunturista  - ATENDIMENTO VETERINÁRIO a DOMICILIO

11 8275-0425 ou 7988-9031

http://www.acupunturaemanimais.com/
juliano.tuboni@gmail.com

Atendimento em Florais

Humano & Animal


Acessem nosso "Espaço Zen" vide índice,  escolham a opção no menu que se refere ao "acesso com senha".
Ao abrir a janela digite:

LOGIN: cliente-leitor
SENHA: livro 
 

E leiam meu livro sobre pedras e seus efeitos fisicos!

 

 
 

  Home     Página Anterior    Cadastro newsletter    Índice     Próxima página      

E-book: Veterinários no divã - ©2008 Veterinários no Divã  - Todos os direitos reservados 
Respeite os direitos autorais - cópia e reprodução proibidas
safihquelbert@veterinariosnodiva.com.br